topo








 blurbox.reportagens

No planeta dos gorillaz, o pop ganha cor
   No planeta dos Gorillaz, o pop ganha cor
   
    Quem é o gorillaz:
   
    2D : vocalista, 23 anos, bateu a cabeça duas vezes quando era criança (he's got his head checked by a jumbo jet), por isso possui algo como uma folha de papel em branco onde deveria haver seu cérebro. É um doce, adorado por todo mundo (exceto por Murdoc) e possui legiões de fãs femininas que adorariam tê-lo como namorado (there u go damon albarn).
   
    Murdoc: baixista, 35 anos, influenciado por black sabbath, dub e dennis wilson. sua diversão favorita é bater em 2d. autodidata, aspirante a líder da banda, sempre é ele quem fala nas entrevistas. ex-viciado em speed, possui problemas de higiene e fuma cigarros.
   
    Noodle: nascida em osaka há dez ano, é a personagem mais enigmática do gorillaz. nem ela sabe quem é, e 'noodle' é a única palavra que sabe pronunciar em inglês. ela faz parte da banda porque 'se enviou' por fedex, e os demais membros nao souberam muito bem o que fazer com ela. fã das garotas superpoderosas.
   
    Russel: baterista, 25 anos, nascido em nova york. ele é a espinha dorsal da banda, autocentrado, educado e articulado. as mulheres adoram sua seguraça sólida, os homens, suas credenciais sólidas. oriundo do hip hop, suas influencias são chaka khan e louis farrakhan.
   
   
    A idéia surgiu quando ainda moravam juntos em londres e assistiam à mtv. damon albarn e jamie hewlett pensaram: 'por que nao fazemos uma banda de desenho animado?'. surgiram então o vocalista 2d, o baixista murdoc, o baterista russel e a japonesinha noodle: o gorillaz.
   
    albarn é o vocalista de uma das mais significativas do pop britânico, blur, e hewlett, é desenhista, um dos criadores do semi-cult 'tank girl'. das mentes desses dois saiu gorillaz, o álbum, e todo o conceito faça você mesmo da banda, que atinge o fantasioso gorillaz.com e as apresentações ao vivo cheias de mistério.
   
    lançado na inglaterra em março, o 'gorillaz' sai agora no brasil e, surpresa, a banda aparece na rádio e na mtv locais ("clint eastwood"). nem tudo está perdido.
   
    entre o conglomerado eclético de artistas que integram o álbum estão o produtor de hip hop dan the automator nakamura; a cantora miho hatori, do cibo matto; a baixista do tom tom club, tina weymouth; o rapper del da funky homosapien; e o cantor cubano ibrahim ferrer.
   
    leia a seguir entrevista com hewlett, 33, de londres:
   
   
    folha: gorillaz é uma paródia aos atuais popstars que se tornam porsonagens de si mesmo. como fizeram isso numa major (EMI)?
   
    hamie: foi uma questao de confiança deles, já que damon é um bom vendedor de discos e eu sou razoavelmente conhecido pelos meus trabalhos. quanto aos artistas que você mencionou, o caso mais evidente é o de marilyn manson, cuja criatura não se dissocia do criador. no nosso caso, o divertido é direcionar a vida dos personagens, que possuem vida cotidiana própria, basta ver no site. eles sao reais [risos].
   
    folha: sim. li recentemente uma entrevista de murdoc em que ele se recusava ser indicado para o mercury prize [o premio mais festejado da musica britanica] deste ano.
    hewlett: na época havia um boate de que seríamos indicados ao prêmio. gostaríamos de receber prêmios pelo disco, mas o mercury é um premio da industria. é o beijo da morte: todas as bandas que receberam desapareceram. é uma maldição, entao murdoc disse que ganhar o prêmio é como carregar um albatroz morto envolto no pescoço pelo resto da vida. foi engraçado.
   
    folha : e como sao os shows ao vivo? quem toca de verdade?
    até agora foram quatro apresentações. há uma grande tela de cinema no palco, e, atras dela, a banda tocando ao vivo. na tela são exibidas imagens dos personagens se apresentando em sincronia com a música. quem sao eles? ah, não posso falar [risos].
   
   
   
    Banda é espelho inteligente do topo das paradas
   
    Gorillaz é a mais sagaz paródia que o pop já fez de si mesmo. quando criaram uma banda de cartoon, de 'mentira', animada, damon albarn, jamie hewlett e the automator (o produtor) estavam tornando real a imagem do estrelato no séc. 21.
   
    Bandas sao irreais, os maiores vendedores de disco sao os que mais dublam, os papéis do músico ou dj não sao muito visíveis no resultado final, e cada artista cria sua própria história para satisfazer a mídia, seja mailyn manson ou les rythmes digitales.
   
    Nesse sentido, gorillaz torna-se autêntico, mais verdadeiro que n'sync. e fez um dos melhores álbuns do ano, só pra fugir à regra, em que hip hop é o pano de fundo da produção narcótica, enfumaçada. e há a voz de damon albarn (ou seria 2d?), o rock do 'amanhã chegando hoje' - tomorrow comes today foi o primeiro single.
   
    Mas começe pelo final, por ibrahim ferrer, cantando em 'latin simone'. hip hop, cuba, scratches, inglaterra, cartoon, trompetes, eletrônico, backin vocals de damon albarn, informação. 'que pasa contigo? mirate a ti mismo'. inebriante.
   
    caia já em clint eastwood, a circular musica que toca no Brasil em que o vocalista 2d traz 'raios de sol dentro da bolsa'. seria um rap futurista há 15 anos. 're-hash', a faixa de abertura, sai-se como blur de '13', uma 'doce sensação over the dub'...
   
    'tomorrow comes today'já é uma das músicas deste ano, cosmopolita e enfática, mas suave e delicada. 'nao acho que durarei por muito tempo'.
   
    precisa dizer mais?
   
   

<< voltar